Terço da Aproximação

Terço da Aproximação

Senhor nas Tuas Mãos entrego a minha vida e peço Senhor…

Dá-me a graça de me aproximar de todas as pessoas que precisam do meu amor.

Roteiro

  • Terço da Confiança pág. 61
  • Ladainha do precioso Sangue pág. 62
  • Perdão por eles Senhor pág. 136
  • Senhor, fazei de nós uma família pág. 144

Ezequiel 33,18-20

Possibilidade de Conversão

18. Se um justo abandonar sua retidão para cometer o mal, ele morrerá.

19. Se o mau renunciar à sua malícia para praticar o bem e ser honesto, ele viverá por essa razão.

20. E vós ousais dizer que o modo de proceder do Senhor é injusto! Será segundo os atos de cada um que vos julgarei, ó israelitas!

Queridos(as) irmãos(ãs) sejam bem vindos(as) hoje no nosso terço, nosso encontro que tem o tema “aproximação” e Deus sabe bem o porque de nos dar este tema…

Quando lemos o tema logo nos vem à cabeça o fato de estarmos próximos(as) mas se analisarmos bem:…

– como vivemos…

– como acolhemos…

– como nos olhamos…

– como nos relacionamos…

Acabamos chegando a uma conclusão, quanto mais próximos… mais distantes…

Como “pais”:…

– Não sabemos como agir com nossos filhos

e achamos que são os filhos os errados…

e achamos que eles é que se distanciam,

se isolam e constroem barreiras que dificultam

o relacionamento entre pais e filhos…

Como “filhos(as)”:…

– Não sabemos como agir com nossos pais

e achamos que são eles que estão errados

e achamos que eles é que são autoritários e

eles é que se distanciam e colocam dificuldades

para o relacionamento e a convivência…

também achamos que o amor dos pais é um

amor apenas de cobranças e achamos que eles

nos aprisionam e tem uma maneira estranha de

demonstrar amor….

E assim segue:…

Como “casais”(marido e mulher)…

Como “casais”(noivos)…

Como “casais”(namorados)…

Como “amigos(as) de trabalho”…

Como “comunidade”(Igreja)

Como “parentes”(família)

É querido(a) irmão(ã) podemos dizer que sempre estamos procurando colocar a culpa nas outras pessoas e isto com certeza reflete em todos…

Sabemos também que com tantos pontos de vista diferente é quase impossível se viver em uma plena harmonia… Mas o que Deus propõe para nós hoje com este tema ” aproximação” é para que possamos ajudar nesta “harmonia”… é sairmos um pouco do nosso ponto de vista… e olharmos o ponto de vista do outro…

Deus propõe que sejamos mais:…

– Compreensivos(as)…

– Bondosos(as)…

– Generosos(as)…

E que sintamos as dores e preocupações do nosso próximo…

Com certeza se você:…

– Abrir as portas do diálogo… com o tempo vai cair a barreira do silêncio…

– Abrir as portas do amor… com o tempo vai cair a barreira do gelo…

– Abrir as portas da compreensão… com o tempo vai cair a barreira do egoísmo…

– Abrir as portas da paz… com o tempo vai cair a barreira da guerra…

– Abrir as portas da luz(em oração)… com o tempo vai cair a barreira da escuridão…

– Abrir as portas da aproximação… com o tempo vai cair a barreira da distância…

E assim querido(a) irmão (ã) a cada porta que você abrir irão cair barreiras… pois a cada ação há uma reação… e se a sua ação for do bem as reações que virão com certeza serão do bem e para o bem… mesmo que demore um pouquinho a dar resultados… Mas a certeza que Deus nos dá é de que com as ações boas e corretas… os corações mais duros se amolecem e se permitem serem modelados novamente…

Desejo querido(a) irmão(ã) que você tenha se permitido hoje perceber a proposta de Deus para você e para a sua vida… e que você comece já as mudanças necessárias… e com certeza você vai dar testemunhos das Bençãos que vão acontecer na sua vida…

Deus te abençoe e te ilumine.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *